SOCIOLOGIA EM CONSTRUÇÃO ARTESANAL / ANO 13

América do Sul, Brasil,

segunda-feira, 5 de abril de 2021

Pierre Bourdieu | Sociologia da Educação #4

Bernardo Caprara
Sociólogo e Professor

Neste vídeo introdutório sobre Sociologia da Educação, apresentamos um conjunto de conceitos da sociologia de Pierre Bourdieu, enfatizando sua abordagem sobre o campo educacional.

 


As ideias estão divididas em duas partes: 1) Uma apresentação de três conceitos fundamentais em Bourdieu: campo, capital e habitus; 2) Uma apresentação da abordagem do autor sobre o campo educacional, a partir das perspectivas da reprodução cultural e da violência simbólica. As referências que fundamentam o vídeo são os livros "Os Herdeiros", "A Reprodução", "Razões Práticas", "Questões de Sociologia" e "A Distinção".

 

Soprando no vento

 Bernardo Caprara
Sociólogo e Professor

Há quase 12 anos, todas as semanas eu convivo com dezenas de jovens estudantes. Para o bem e para o mal, sinto com eles a passagem do tempo e as mudanças que a acompanham.
 
Entre a vida, os textos, as aulas e as conversas, estamos todos sempre cheios de respostas. Só que, na real, elas se misturam a inseguranças, alegrias, angústias, avaliações, ambições e desejos dos mais variados.
 
A métrica das respostas depende da aprovação de alguém, seja do professor ou das redes sociais. O tempo acelerou e a cada minuto pode disparar nosso coração com mais um coração virtual, numa trama que de tão intensa, um tanto vazia se revela.
 
Sobram perguntas. Quantas estradas tantos terão que andar para se sentirem alguém? Quantas balas irão matar até que as balas morram? Quantas mortes irão ocorrer até que se entenda que morreram pessoas demais? As respostas, amigo Dylan, estão soprando no vento.
 
 

segunda-feira, 8 de março de 2021

Max Weber | Sociologia da Educação #3

Bernardo Caprara
Sociólogo e Professor

Neste vídeo introdutório sobre Sociologia da Educação, abordamos a perspectiva de Max Weber, enfatizando duas dimensões específicas sobre a educação na obra do autor, conforme exposto abaixo do vídeo:


1) Os processos de "racionalização da vida" e "desencantamento do mundo" como pano de fundo da análise sobre a educação em Weber (1:04); 2) Os três tipos ideais sobre as práticas educacionais: despertar o carisma, pedagogia do cultivo e pedagogia do treinamento (3:44). A referência que fundamenta o vídeo é o livro "Sociologia da Educação", de Alberto Tosi Rodrigues.

 

Karl Marx | Sociologia da Educação #2

Bernardo Caprara
Sociólogo e Professor

Neste vídeo de caráter introdutório sobre Sociologia da Educação, apresentamos a perspectiva de Karl Marx, enfatizando três dimensões específicas do autor sobre a educação, expostas abaixo do vídeo:

 

1) A teoria da história de Karl Marx como pano de fundo da sua reflexão sobre a educação (1:10); 2) A abordagem de Marx sobre uma educação emancipada (5:15); 3) A "atualização" do pensamento marxiano sobre a educação, a partir do trabalho de Antonio Gramsci (8:02). O vídeo tem como referência o livro "Sociologia da Educação", de Alberto Tosi Rodrigues.

 

domingo, 28 de fevereiro de 2021

Émile Durkheim | Sociologia da Educação #1

 Bernardo Caprara
Sociólogo e Professor

Neste primeiro vídeo introdutório sobre Sociologia da Educação, abordamos a perspectiva de Émile Durkheim, com o objetivo apresentar o olhar do autor sobre a temática educacional.


No vídeo, discorro sobre três dimensões da Sociologia da Educação durkheimiana: 1) A concepção de educação do autor (1:22); 2) A função do Estado na educação (4:44); 3) As formas da ação educativa (6:20). O vídeo tem como referência o livro "Educação e Sociologia", de Émile Durkheim.

. 

terça-feira, 9 de fevereiro de 2021

Tudo que a gente tem é nós

Bernardo Caprara
Sociólogo e Professor

A vida é um sopro. É caminho só de ida. É trilha em que o final já tá decidido desde a partida. É feita de encontros e despedidas, de dores e alegrias.

Como um coração não é feito de pedra, mas de carne, ele sangra nas despedidas. Mais ainda quando um caminho se rompe sem qualquer sentido.

No mundo das coisas e seus valores de troca, o caminho é árido pra muita gente. Mesmo assim, sempre há algumas flores, algumas músicas, algumas danças, sorrisos ou bolas pro alto.

O fato é que a gente nunca sabe quando verá o último nascer do Sol, quando escutará a última música empolgante, compartilhará o último sorriso com nossas amizades e amores ou tomará o último banho de mar.

A gente não faz ideia. Imersos em tantas ilusões, a gente podia lembrar que a vida é efêmera e intensa, é peso e é leveza. E ao invés de banalizá-la, valorizar e agradecer àquelas pessoas que nos constituem. Tudo que a gente tem é nós.

. 

quarta-feira, 30 de dezembro de 2020

Liberdade em 2020

Bernardo Caprara
Sociólogo e Professor

Nesse ano, algumas vezes pensei, como Cecília Meireles: liberdade é uma palavra que o sonho humano alimenta, não há ninguém que explique e ninguém que não entenda.

Noutras vezes, questionei parte da filosofia política moderna. Indaguei se a liberdade seria um direito natural e como os governos deveriam, no mínimo, proteger esse direito dos seus cidadãos. De todos os que estão vivos.

Vira e mexe, sinto a sabedoria popular gritar com força: a tua liberdade acaba quando começa a do outro. Nesse caldo, como nunca, lembrei muitas vezes que uma ação minha pode determinar a saúde de outras pessoas.

Viver é oscilar entre o peso e a leveza da existência. Enquanto se naturaliza a morte e se banaliza a vida, escuto Maya Angelou: só é possível ser livre, se todos o forem. Pra 2021, vacina e punição para os genocidas seria um bom início.
.