SOCIOLOGIA EM CONSTRUÇÃO ARTESANAL / ANO 13

América do Sul, Brasil,

quarta-feira, 30 de dezembro de 2020

Liberdade em 2020

Bernardo Caprara
Sociólogo e Professor

Nesse ano, algumas vezes pensei, como Cecília Meireles: liberdade é uma palavra que o sonho humano alimenta, não há ninguém que explique e ninguém que não entenda.

Noutras vezes, questionei parte da filosofia política moderna. Indaguei se a liberdade seria um direito natural e como os governos deveriam, no mínimo, proteger esse direito dos seus cidadãos. De todos os que estão vivos.

Vira e mexe, sinto a sabedoria popular gritar com força: a tua liberdade acaba quando começa a do outro. Nesse caldo, como nunca, lembrei muitas vezes que uma ação minha pode determinar a saúde de outras pessoas.

Viver é oscilar entre o peso e a leveza da existência. Enquanto se naturaliza a morte e se banaliza a vida, escuto Maya Angelou: só é possível ser livre, se todos o forem. Pra 2021, vacina e punição para os genocidas seria um bom início.
.

quarta-feira, 23 de dezembro de 2020

Artigo: Condição de classe e desempenho educacional no Brasil

Bernardo Caprara
Sociólogo e Professor

Para quem tem interesse em entender as relações entre desigualdades e educação formal, vale dar uma olhada no artigo indicado no link abaixo, que recém publiquei na Revista Educação & Realidade (Faced/Ufrgs).
 
 
Condição de classe e desempenho educacional no Brasil
O texto não avança muito nas análises teóricas, mas apresenta muitos dados sobre os principais aspectos que influenciam o desempenho dos alunos na escolarização básica.

Os dados são de antes da pandemia e de antes dos volumosos cortes de recursos que a educação pública vem sofrendo desde 2015.

Hoje, diversas evidências apontam para o aumento do impacto das desigualdades de classe no contexto educacional, o que reforça a importância da discussão proposta no artigo.
.

segunda-feira, 7 de dezembro de 2020

O racionalismo aplicado de Bachelard

Bernardo Caprara
Sociólogo e Professor

O vídeo tem como objetivo apresentar com precisão a filosofia da ciência de Gaston Bachelard, que ficou conhecida como “racionalismo aplicado” ou "filosofia do não".



O vídeo está organizado da seguinte forma: (1) uma apresentação do contexto da obra de Bachelard e de um apanhado geral das suas reflexões; (2) uma apresentação do “racionalismo aplicado”, a perspectiva epistemológica do autor.

As referências que fundamentam o vídeo são: BACHELARD, Gaston. O novo espírito científico. Rio de Janeiro: Edições Tempo Brasileiro Ltda, 1968; O racionalismo aplicado. Rio de Janeiro: Editora Zahar Editores, 1977; O materialismo racional. Lisboa: Edições 70, 1990. 

.